Cenário:

O que ocorre em muitas empresas:

  • Investem em tecnologia, mas se esquecem em investir na capacitação de seus colaboradores;
  • Crescem de forma desestruturada, causando anomalias organizacionais e normalmente pagam preços altos por isto;
  • Os colaboradores da empresa passam o sentimento de estarem na empresa por falta de opção e não por opção, não havendo comprometimento dos mesmos com o resultado da organização;
  • Os colaboradores da empresa desconhecem o que se espera deles, não existe a definição de metas por cargo ou função e indicadores de performance;
  • Não existem procedimentos para definição de responsabilidade e autoridade, causando graves problemas de comunicação interna;
  • Investimentos em treinamento e desenvolvimento são realizados sem ter objetivos claros e resultados esperados, causando a impressão de se estar jogando dinheiro fora;
  • Não existem critérios na contratação de pessoas, por muitas vezes compram gato por lebre, por não haver definição clara de perfis de cargo;
  • Não conseguem reter colaboradores com desempenho diferenciado, e perdem para a concorrência ou empresa vizinha;
  • Os líderes não conduzem sua equipe para os objetivos organizacionais por falta de não estarem preparados para isto;
  • Os líderes não realizam seu principal papel que é o de desenvolver pessoas;
  • Pagam muito para quem trás poucos resultados e pouco para os que fazem a diferença, por não ter uma política salarial clara, assim causando insatisfação na empresa;

Sensação de que alguns estão sobrecarregados e outros fazem pouco.

Estes são alguns motivos que colocam a longevidade das empresas em risco.

Percebemos quantos campos de oportunidade existem para nós profissionais de Recursos Humanos.

No entanto alguns de nós somos vistos como:

  • Administrador de Rotinas;
  • Importantes pela relação de confiança;
  • Resistentes a mudanças;
  • Poucos flexíveis;
  • Inseguros;
  • Acomodados;
  • Visão focada em redução de custos.

A meu ver os profissionais de Recursos Humanos que tem obtido sucesso nos seus resultados na organização são aqueles que:

  • Sabem pensar e atuar estrategicamente (Pleno conhecimento do negócio da empresa);
  • Exercem a função de consultor interno;
  • Éticos;
  • São verdadeiros parceiros de seus clientes internos;
  • Estabelecem metas e objetivos;
  • Buscam alinhar os objetivos organizacionais com os objetivos pessoais dos colaboradores da empresa;
  • Medem resultados;
  • Sabem aprender a aprender.

Afinal, o importante é saber que o trem está na estação e se não pegá-lo, talvez não conseguirei pegá-lo nunca mais.

Francisco Arean